Algumas curiosidades sobre internet que você não pode deixar de ler

As últimas décadas renderam boas curiosidades sobre a internet. Veja algumas das mais relevantes aqui mesmo.

A internet, se considerarmos a versão popularizada, difundida em diversos locais do globo terrestre, teria entrado na maioridade a não tanto tempo assim, levando em conta que tal expansão aconteceu na segunda metade da década de 90. Ainda assim, coleciona histórias para contar, tudo por causa de seu caráter onisciente e onipresente.
Fique com essa nossa lista de curiosidades sobre o fenômeno no qual, nos dias de hoje, não podemos nem imaginar mantermos distância, nem mesmo por um dia.

Brasil em baixa

Na verdade, mesmo que você não se imagine passando um dia inteiro sem internet, é bom lembrar que pouco mais de 50% da população do Brasil tem acesso às redes universais, o que significa que quase 90 milhões de pessoas (todas com mais de dez anos) em todo o território nacional ficam de fora da “brincadeira”.
O serviço também não é lá essas coisas, já que a internet brasileira é considerada mais lenta que na Etiópia, em outras palavras, a 9ª pior banda larga em todo o planeta. O custo? Simplesmente o mais caro do mundo. Justo, não é?

Difusão generalizada

De qualquer forma, não dá para negar que o uso da coletânea de dados na nuvem é uma febre que dificilmente terá volta, pelo menos não nos cenários vislumbrados por especialistas. Foram apenas quatro anos para que o número de usuários chegasse em 50 milhões, enquanto o rádio tomou 38 anos, já a televisão, 13 anos.
A proliferação das informações é inegável: É possível ter acesso ao 3G no Monte Everest, enquanto políticas mais brandas oferecem acesso à internet mesmo àqueles que estão cumprindo pena no sistema carcerário, como no caso na Noruega.
Sempre há aqueles com prognósticos que vão contra evidentes sinais do desenvolvimento humano. Em 1995, Robert Metcalfe profetizou que no ano seguinte, a internet entraria em colapso, caso contrário, “comeria suas próprias palavras”. Em 1997, fez um suco de papel com as palavras para cumprir a promessa.
No mesmo ano da previsão equivocada de Robert, a revista Newsweek fez troça do que seria o futuro da internet, colocando pouca confiança no negócio e nas possibilidades. Se você fizer uma pesquisa no site do veículo, encontrará a matéria por lá, como reconhecimento do erro.

Deep Web

Suscita muita curiosidade entre os usuários um pouco mais assíduos da internet, mas sem “coragem” o suficiente para submergir nas profundezas da Deep Web. O formato é muito, mas muito maior do que aquele circuito rotineiro de sites que acessamos, com acesso anônimo.
A questão não é bem coragem, o problema é o que podemos encontrar por lá, muito mais do simples curiosidades da internet. Positivamente falando, trabalhos acadêmicos primorosos, verdadeiras raridades em conteúdos exclusivos, informações preciosíssimas podem ser encontradas, mas é preciso saber chegar lá.
Aqueles que não sabem se proteger ciberneticamente podem acabar virando alvo de hackers, sem falar na quantidade de materiais expostos que nos lembram das obscuridades da natureza humana.

Wi-Fi no mundo

Um café e um sinal de Wi-Fi são, por si só, suficientemente atraentes, não é? Com as primeiras tentativas já no início da década de 70, a troca de informações via ondas de rádio deverá ser propagada por mais de 50 bilhões de dispositivos wireless (sem fio) até o ano de 2020.
Quer mais informações e curiosidades? Que tal descobrir um pouco mais sobre a internet, aqui mesmo no Blog da Cyber?!

 

 

– Como melhorar a internet e o sinal Wi-fi da sua casa

– Qual o melhor plano de internet para a minha residência

Add Comment