Blog da Cyber

23/02
Author
admin
Date
23 de fevereiro de 2021
Comments
0

O que esperar da internet no futuro?

Em 25 anos de uso comercial ativo a internet revolucionou a espécie e isso pode ser afirmado sem exagero nenhum.

Assim, da mesma forma que, em 1474, Gutenberg revolucionou o mundo com a invenção da impressão em forma de máquina e da imprensa, a internet veio atualizar essa quebra de paradigmas que a sociedade tinha no final dos anos 90.

Com isso, desde digitalizar documentos, até a invenção dos emails que ficaram no lugar das demoradas e trabalhosas cartas manuscritas e até mesmo a invenção das redes sociais, tudo passa pela internet e hoje em dia é impensável para bilhões de pessoas uma hora sequer longe da rede mundial cibernética.

A fim de exemplificar, a internet não está apenas nos computadores atualmente, mas também na revolução que os smartphones trouxeram desde sua invenção em 2007, como também em tablets, leitores de livros digitais e até mesmo em televisões.

Assim, a internet nos dias de hoje já conta com espaços cativos nas vidas de cada pessoa e facilita a interação humana, deixando tudo mais funcional e mais conectado, além da rapidez e da eficiência que cada vez mais é possível com o mundo virtual.

Porém, os benefícios que a internet dá hoje em dia são claros e de fácil assimilação, mas como será que a internet vai se comportar no futuro? Uma pergunta cuja resposta valeria milhões de reais. Entretanto, é possível relatar meandros e algumas perspectivas que a internet pode causar nas próximas décadas.

A internet do futuro

 
Diversos especialistas no meio tecnológico vêm tentando pelo menos dar algumas ideias de como seria uma internet do futuro, com isso, será exposto alguns pensamentos recorrentes entre esses profissionais especializados na rede mundial cibernética e como eles pensam a internet daqui há décadas.

A ideia é que vamos até a internet atualmente, porém, no futuro, a internet será tão intrínseca a nossa vida que ela vai permear de forma invisível todas as nossas ações cotidianas, não tendo mais essa ideia de “ir até ela” que temos hoje. 

Com isso, ela vai se adaptar cada vez mais a nossa rotina e estará presente nas coisas como nos utensílios da casa, em portas e janelas, que irão conversar com o carro que dirigimos e, com isso, quando chegarmos em casa a temperatura ambiente já vai estar acionada para a temperatura do nosso corpo, já vamos saber o que tem na geladeira sem ao menos ir à cozinha e ao sentar no sofá nossa televisão já vai sugerir uma programação pré-criada depois de analisar nosso gosto.

Dessa maneira, viu como essa interlocução entre tudo o que fazemos vai fazer com que a internet seja uma “nuvem” que paira em tudo e não mais em um lugar que vamos visitar quando quisermos?

Seguindo, outra previsão acerca da internet do futuro é a questão social e política em que tem pontos positivos e negativos a serem ressaltados. Nesse viés, em um ponto positivo a internet já provou do seu poder em unir pessoas a um bem comum e social.

Assim foi a primavera árabe em que foi possível apenas pela internet, as manifestações que ocorreram no Brasil com a insatisfação política em 2013, sendo esse um ponto a favor da internet do futuro, em que cada vez mais vai estar conectada e rápida, mostrando os pontos e anseios individuais de cada povo, em que as pessoas vão se reconhecer e lutar por melhorias iguais de forma facilitada pelo uso da rede mundial.

Todavia, o remédio pode se tornar o veneno, como acontece na China e na Rússia, por exemplo, em que a internet tem controle estatal e é fiscalizada de diversas formas.

Com isso, caso no futuro seja uma tendência os países quererem impor limites à internet a ideia de rede mundial não vai mais existir e sim um grande aglomerado de várias “internets” que serão diferentes seguindo regras distintas de cada nação.

Portanto, o futuro da internet é um dos enigmas mais difíceis de se responder atualmente, tentamos aqui trazer as duas ideias principais dos especialistas na área para tentar desvendar possíveis rumos que a rede mundial possa trazer em nossas vidas nas próximas décadas, veremos como será isso de fato.

Comments (0)

Write your comment