O que esperar do 5G?

O 5G tem sido uma grande euforia no meio tecnológico nos últimos tempos, assim, muitas promessas são feitas e existem grandes expectativas em torno da nova tecnologia que vem para alavancar a qualidade da internet móvel no Brasil.

Contudo, do que se trata o 5G? Quais suas principais funcionalidades e as principais diferenças entre a tecnologia atual, o 4G?

Desse modo, este artigo está aqui para responder essas perguntas e tentar dar alguns parâmetros frente ao 5G e todos os benefícios que ele pode proporcionar no dia a dia das pessoas e dos usuários da internet móvel.

O que é o 5G?

 
Em síntese, o 5G é a quinta geração da tecnologia móvel existente no planeta, com isso, ele foi criado para suprir necessidades cada vez maiores de potência e velocidade de dados na internet, que a cada ano aumentam e precisam se modificar para ficar de acordo com a demanda.

Assim, o 5G tem a intenção de ter também uma cobertura mais eficiente e maior, com alta capacidade de transferência de dados e um número enorme de conexões ao mesmo tempo, em que, estudos indicam que o 5G tem a capacidade de ser 50 a 100 vezes mais rápido que a atual tecnologia 4G, alcançando até 10 Gbps.

Os benefícios do 5G para o usuário final

 
O ente internacional GSMA, que é o responsável pela tecnologia de internet móvel em âmbito global, estabeleceu alguns critérios importantes para a implementação eficaz do 5G, para que ele seja melhor que o atual e seja satisfatório o seu uso.

Com isso, o primeiro critério é sobre a energia gasta para a rede funcionar, sendo o 5G responsável em diminuir esse consumo em 90% se comparada ao 4G. Ademais, o timing (que é o tempo que demora para uma conexão ser feita) entre os aparelhos móveis deve ser de no máximo 5ms, contra uma latência de 30ms do atual 4G.

Seguindo, a rede deve comportar de 50 a 100 vezes mais aparelhos conectados que atualmente e a duração da bateria nos rádios receptores de sinal devem ser muito otimizadas.

Portanto, a ideia central de toda a tecnologia 5G é continuar fazendo tudo o que já é feito nos smartphones, só que de uma maneira melhor e mais rápida.

Como funciona o 5G?

 
A tecnologia 5G funciona em uma frequência mais alta entre 3,5 a 26 giga-hertz, assim, ele tem uma capacidade maior de dados, porém, um comprimento de onda menor que o atual do 4G.

Em outras palavras, seu alcance se torna mais curto e são bloqueados de maneira fácil por objetos físicos como paredes e eletrodomésticos.

Dessa forma, para solucionar esse problema, as antenas 5G serão colocadas junto com as que já existem e sofrerão adaptações para funcionar com o novo tipo de conexão.

Por fim, podem ser usados repetidores de sinal em locais que a distância entre as antenas seja maior que o normal, a fim de não prejudicar o envio de sinal.

Tipos de investimentos que requer uma tecnologia 5G

 
Depois de demonstrado todos os benefícios e as facilidades que a nova tecnologia de internet móvel, 5G, pode oferecer aos usuários, é preciso que fique claro que investimentos devem ser feitos para usufruir o todo dessa nova mecânica, seja por empresas, ou seja, pelos usuários finais dessa cadeia.

Assim, a nova tecnologia do mercado requer uma reestruturação nos sistemas de transmissão, nos aparelhos de rádio para que eles sejam compatíveis com o sinal 5G e isso exige também que as peças internas dos aparelhos celulares sejam mudadas e a tendência disso é os smartphones ficarem mais caros pela tecnologia.

Dessa forma, fora do Brasil já é possível encontrar celulares que já são adaptados ao 5G de fábrica e a nova geração de Iphones que será lançada no mercado já conta com a nova tecnologia em suas peças.

Portanto, a tecnologia 5G que ainda não chegou ao Brasil requer estudos e um pensamento amplo e planejado para que seja aproveitada da melhor maneira possível por todos, sejam os usuários ou as empresas.

Add Comment